Rabiscos da F: Maio 2014

sábado, 24 de maio de 2014

Tarte de requeijão e chocolate

Olá cozinheiros!

Amanha vou ao Rock in Rio ver o Sir Robbie Williams. É verdade, o entusiasmo é grande. Tão grande que me aconteceu um inconveniente conveniente.

Sabem aquele momento em que compram algo por estar em promoção e chegam a casa e percebem que o prazo de validade está quase a expirar. Pois.... O entusiasmo por estar prestes a chegar o dia D era tão grande que comprei dois requeijões que tanto gosto, pelo preço de um, sem prestar muita atenção.

Quando cheguei a casa fiquei sem saber o que fazer, desolada admito. O prazo de validade expirava no dia seguinte e eu não ia estar em casa nos 2 dias seguintes (eu cá não gosto de arriscar com queijos). De um segundo para o outro deu-se uma epifania e lembrei-me que há uns tempos dei de caras com uma receita de tarte de requeijão.

Não sabendo a receita e gostando de arriscar, tentei algo do meu jeito com o que tinha à mão. Um género de Cheesecake mas de requeijão. Aproveitei para utilizar a minha versão de ganache que tanto gosto.

Este foi o resultado.

Ingredientes:
Creme de queijo
1 embalagem de massa quebrada pronta a usar
400 g de requeijão
1 pitada de sal
70g de açúcar
1 colher de sobremesa de extracto de baunilha
60g de margarina
20g de farinha

Ganhache
200mL de natas
200g de chocolate negro
1 colher de sopa de margarina (à temperatura ambiente)
1 pitada de sal

Praparação:
Creme de queijo
Juntar o requeijão, açúcar e sal e, com a ajuda de uma batedeira, misturar tudo muito bem até obter um creme homogéneo. Juntar a farinha peneirada e misturar bem. Adicionar a margarina derretida e o extracto de baunilha, mexendo para não cortar.
Numa tarteira colocar a massa quebrada e cortar os excessos de massa. Verter o creme de queijo e levar ao forno pré-aquecido a 200ºC durante 30 minutos ou até a massa e queijo ganhar um tom dourado. Deixar arrefecer.

Ganache
Numa taça colocar o chocolate cortado aos pedaços (o mais pequeno que conseguir). Num tacho levar ao lume as natas deixando aquecer até começar a levantar fervura (atenção para não deixar ferver). Verter as natas quentes na taça de chocolate a deixar por 10 minutos sem mexer. Com ajuda de uma vara de arames mexer bem até todo o chocolate estar dissolvido. Juntar a margarina e a pitada de sal, mexendo muito bem.

Verter o ganache por cima do creme de queijo. Levar ao frigorífico pelo menos por 1h antes de servir.

Dicas:
Se pretende desenformar a tarte use uma tarteira de fundo amovível. Se não tiver use uma de silicone e desenforme antes de colocar o ganache. É provável que surjam rachas no creme de queijo e o chocolate ajuda a cobrir.
Ao servir polvilhe com um pouco de açúcar em pó e enfeite com mirtilos, morangos ou outros frutos vermelho.







terça-feira, 20 de maio de 2014

Empadas vegetarianas

Olá cozinheiros!

Nunca vos aconteceu não saberem o que fazer para o almoço do dia seguinte? Certamente não sou a única com esse dilema diário. Ainda por cima quando tenho de cozinhar só para mim.

Sem saber o que fazer para levar na marmita do dia seguinte, lembrei-me que há muito tempo que não comia empadas. Nunca tinha feito mas, infelizmente, não tinha frango (ah, as deliciosas empadas de frango).

Não desistindo por falta do ingrediente principal decidi dar cabo dos restos que tinha no frigorífico e, entre pimento, cebola, ervilhas, rebentos de soja e couves de bruxelas, nasceram as empadas vegetarianas à la F.

Ingredientes:
1 colher de sopa de margarina
1/2 cebola picada
Alecrim q.b
5 couves de bruxelas
1 punhado de ervilha de quebrar
1 punhado de pimentos verdes
1 punhado de rebentos de soja
1 pitada de sal
1 embalagem de massa quebrada pronta a usar
1 ovo

Preparação:
Numa frigideira colocar a margarina e a cebola picada. Deixar alourar e juntar o alecrim e de seguida os legumes. Adicionar um pouco de sal e deixar saltear por 10 minutos. Cortar círculos de massa para a base e tampa das empadas. Num tabuleiro de 6 formas que possa ir ao forno, colocar a massa quebrada das bases e preencher com o preparado de legumes. Colocar as tampas por cima e dobrar as sobras de massa para dentro.Pincelar a parte de cima das empadas com o ovo batido e levar ao forno pré-aquecido a 170ºC durante 45 minutos.

Dicas:
Não esquecer que o círculo da base deve ter cerca do dobro do diâmetro das formas e o da tampa deve ter o mesmo diâmetro.

Bom apetite!


terça-feira, 13 de maio de 2014

Delícia de pêssego

Olá cozinheiros!

Hoje venho com uma receita de cobbler de pêssego. O cobbler é como um crumble mas menos açucarado. Vi algures numa revista de culinária os ingredientes e decidi experimentar.

Mais uma receita para o tempo quente que se faz sentir. Sabe tão bem um doce para acompanhar um gelado.

As quantidades foram decididas por mim, mais ou menos tendo em conta outras sobremesas que já fiz, por isso sintam-se à vontade para alterar.

Ingredientes: 
Para a calda de pêssego.
350g de pêssegos
50g de açúcar
1 colher de chá de canela
1 colher de sopa de sumo de limão

Para a massa.
85g de farinha
1 colher de sopa de fermento
1 colher de café de sal
150g de açúcar
1 ovo
200 mL de leite
2 colheres de sopa de margarina derretida

Preparação
A calda.
Descascar os pêssegos e cortar em pedaços. Numa panela juntar os pêssegos, o açucar, a canela e o sumo de limão. mexer e deixar cozinhar até ferver.

A massa.
Juntar a farinha, o fermento, o sal e o açúcar e misturar um pouco. Adicionar o ovo e o leite e mexer bem até formar uma massa homogénea.

Num tabuleiro de ir ao forno, colocar no fundo a margarina derretida e, sem mexer, verter a massa. Juntar, igualmente sem mexer, a calda de pêssegos. Levar ao forno pré-aquecido a 250ºC durante 45 minutos ou até ficar bem dourado.

Dicas:
Servir com gelado de baunilha ou natas e polvilhar com um pouco e açúcar em pó.
Esta sobremesa poder ser feita com um sem fim de frutas diferentes. Sejam criativos e não deixem de experimentar.

Bom apetite!