Rabiscos da F: Janeiro 2015

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Pumpking rolls

Olá cozinheiros!

Ah, aquele clássico. O verdadeiro cinnamon roll é de levar qualquer um à loucura! Adoro, sempre adorei traz-me recordações incríveis sempre que aquele cheirinho a açúcar e canela surge no ar.

Então porque não fazer? Há já algum tempo procurava uma receita simples (ainda mais simples confesso) que aquelas que já tinha visto e a revistinha do mês trouxe-ma! Yeaaaah

Não quis inventar e aproveitei a dica do Chef para fazer os cinnamon rolls com aquele doce de abóbora que estava a terminar. Ficaram, para variar, DE-LI-CI-O-SOS...

Segue então a receita! Deliciem-se

Ingredientes:
1 embalagem de massa quebrada
5 colheres de sopa de doce de abóbora
2 colheres de sopa de açúcar amarelo
Canela a gosto
Margarina para untar

Preparação:
Estender a massa quebrada num superfície lisa e limpa. Espalhar as colheres de doce de abóbora (adicionando ou diminuindo na quantidade) na massa deixando uma camada uniforme e não muito espessa. Polvilhar o açúcar e a canela por cima da canela e por fim enrolar a massa sem apertar muito. Untar um prato ou tabuleiro de forno com manteiga. Cortar o rolo de massa quebrada em pedaços de cerca de 5 cm e colocar no prato com a espiral virada para cima.
Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC e deixar cozinhar cerca de 30 minutos ou até a massa ficar douradinha.

Dicas:
Os cinnamon rolls são normalmente servidos com creme por cima e eu tenho uma receita que funciona bem. Apesar de não a ter usado desta vez é tão simples que até custa não partilhar. Leva apenas uma embalagem de queijo Filadélfia, duas colheres de sopa de açúcar em pó e uma colher de sobremesa de aroma de baunilha. Mistura-se tudo e, se estiver muito grosso, junta-se um pouco de leite para diluir.
Pode-se servir também com uma bola de gelado, combina na perfeição. O que é que não combina com um gelado de nata ou noz?
O recheio pode ser alterado de inúmeras formas!
A massa pode ser feita, claro! Mas quem me conhece sabe que só faço coisas práticas e simples. Mas vou prometer, a próxima fornada será feita com massa caseirinha!

Bom apetite!